Número de Ataques no Brasil Cresceram 197% em 2014

16:56 Carlos Santiago 0 Comentarios


Recentemente, novos dados sobre ataques no Brasil foram divulgados pelo CERT.BR (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil). Os dados correspondem ao número total de notificações de incidentes de segurança registrados em 2014, que registrou um amento de 197% em relação ao número total de ataques de 2013. No ano de 2013, o número total de incidentes registrados foi de 352.925. Já no ano passado, foram registrados incríveis 1.047.031 incidentes de segurança.


As estatísticas do CERT.br são baseadas em incidentes de segurança reportados voluntariamente por administradores de redes, administradores de servidores, usuários brasileiros e no exterior, caso o incidente seja originado do Brasil. Analisando o elevado número de incidentes de 2014, podemos destacar os seguintes pontos:
* Os ataques por negação de serviço (DoS) totalizaram 223.935 notificações, um número 217 vezes maior que o registrado em 2013;

* Os casos de páginas falsas para roubo de dados (phishing) de aplicações bancárias e sites de E-Commerce cresceram 80%;

* Os ataques a servidores web aumentaram 54%;

* As notificações de tentativas de fraude atingiram um número cinco vezes maior do que o de 2013. Elas constituíram a maior parte (44%) dos incidentes reportados;

* Os meses de maior número de incidentes foram Setembro e Outubro. E os menores foram Janeiro e Março;

* Da mesma maneira que em 2013, o CERT.br observou em 2014 um elevado número de notificações de ataques de força bruta contra sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS), como WordPress,Joomlae Drupal;

* Os serviços mais visados para ataques de força bruta continuam sendo o SSH (22/TCP), FTP (21/TCP), TELNET (23/TCP).



Uma outra pesquisa realizada pela FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), chamada de "Segurança Cibernética". Tem objetivo de compreender como o setor produtivo enxerga as ameaças cibernéticas. A pesquisa apurou que ao menos 59% dos ataques cibernéticos registrados no estado atinge as finanças das empresas, e mais de 60% desses atentados acontecem em indústrias de pequeno e médio porte. 

A pesquisa ouviu 435 indústrias do estão de São Paulo entre os dias 12 de janeiro e 2 de fevereiro deste ano. Dos entrevistados, 54,7% correspondem a empresas de micro e pequeno porte, 35,9% a companhias de médio porte e 9,4% a organizações de grande porte. 

#BLINDADICA
Analisando as duas pesquisas podemos concluir que não existe mais lugar para "amadores" quando falamos em tecnologia. Todos temos que aprender mais sobre segurança, que deve ser cada vez mais tratada como um dos pontos mais importantes de qualquer empresa.   

Fontes
http://www.fiesp.com.br/noticias/area-financeira-das-empresas-e-alvo-de-59-dos-ataques-ciberneticos/
 

0 comentários: